terça-feira, 23 de setembro de 2014

Sábia ou Inteligente

Por que em vez de dizer “a mulher inteligente edifica a sua casa” a Bíblia usa a expressão “a mulher sábia edifica a sua casa”? Embora ambas pareçam semelhantes, existe uma pequena e notável diferença. Podemos dizer que a sabedoria é a capacidade de usar bem a inteligência.

Você, mulher de Deus, é inteligente, pois você tem a mente de Cristo (1Co 2.16). Porém, deve saber usar essa inteligência. Aí entra a sabedoria, que é a aplicação inteligente daquilo que você já conhece. Vou lhe dar um exemplo. Quantas vezes, com sabedoria, você poderia ter evitado que uma discussão entre você e seu cônjuge, ou entre você e seus pais, tomasse grandes proporções? Mas por imprudência acabou falando o que não devia (e até o que não queria) e magoando o seu cônjuge, os seus pais? A mulher sábia usa de inteligência para falar, é cuidadosa com o que diz, pensa antes de tomar qualquer decisão, não se precipita.

Vamos analisar, agora, a segunda parte do versículo de provérbios: [...] “mas a insensata, com as próprias mãos a derruba”. Uma pessoa insensata é o oposto de uma pessoa inteligente, isto é, que não usa a razão, que não pensa antes de agir. Algumas traduções bíblicas usam a expressão “tola” que quer dizer “pobre de inteligência”. E por que a Bíblia usa as mãos como exemplo para a destruição do lar? Quando a mulher não usa a cabeça, quando ela não pensa, ela perde o controle sobre o seu corpo. Isso já deve ter acontecido com você. Precipitando-se no falar ou no agir você magoou as pessoas que mais ama, pelo simples fato de não medir as conseqüências de seus atos. Quando falamos de mãos, falamos de toque. Com as mãos você pode abençoar ou amaldiçoar. Você pode abri-las num gesto de perdão ou pode fechá-las. Você pode afagar as pessoas que ama ou pode agredi-las com gestos e palavras. Você pode edificar ou destruir os seus relacionamentos.

Há uma relação interessante entre o verbo conjugado “edifica” e o substantivo “mãos” nesse versículo. Como falamos anteriormente, “edificar” é o mesmo que construir, e sempre que alguém constrói alguma coisa, as suas mãos estão, invariavelmente, envolvidas. Enquanto a sabedoria se torna os tijolos para a construção de um lar que glorifique a Deus, a insensatez é a dinamite que implode o que está de pé. Normalmente, uma pessoa que age sem sabedoria perde o controle da situação. É como alguém que está tão nervoso que, sem controle, deixa cair tudo o que tenta segurar. A mulher insensata destrói os relacionamentos familiares, mas a sábia sabe construir um lar onde a harmonia, o amor e o respeito imperem. A cabeça, ou mais especificamente o cérebro, é o que providencia o contato com a pessoas, as mãos estão, paralelamente ao cérebro, fazendo essa conexão direta entre as pessoas.

Há momentos no relacionamento (quer seja com marido, pais ou amigos) que as palavras não resolvem. Já reparou aquelas vezes em que você ficava “martelando” sempre a mesma coisa, tentando mudar uma situação a qualquer custo? Esse, na maioria das vezes, é um caminho doloroso e que desgasta ambas as partes. Parar para pensar, ganhar as “batalhas” diárias por meio da oração e, melhor, deixar Deus agir é usar de sabedoria. Fácil não é, mas a arma da mulher sábia, além da Palavra de Deus é a sua inteligência. Use-a, você pode, você consegue.

Que a graça de Deus seja com todas nós. Adrielle Kawahara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Porquê melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela". Provérbios 8:12

Template by:

Free Blog Templates