domingo, 20 de novembro de 2016

Analisando as Escrituras

ANALISANDO AS ESCRITURAS

É muito fácil olharmos e criticarmos o erro do outro, no entanto, a palavra de Deus nos exorta a castigar a si mesmo. Castigar é um verbo transitivo direto que significa repreender, admoestar, corrigir. Lembrando que o verbo é acompanhado da ação.

"Castigue-a, você mesmo, com a vara, e assim a livrará da sepultura". Provérbios 23.14 (NVI)

No versículo acima nos ensina que devemos corrigir a nós mesmo com a vara (Palavra de Deus). Todos os dias devemos olhar para a palavra de Deus e fazer uma auto correção, analisando se nossas ações estão sendo realizada segundo as escrituras.

Quando fazemos essa análise na palavra e corrigimos o que está fora das escrituras recebemos um benefício chamado salvação. Precisamos estar atento a todo instante as escrituras fazendo uso dela em momentos difíceis e nos momentos favoráveis. Em todo tempo precisamos meditar nas escrituras sagradas.

No evangelho de Mateus capítulo seis, versos trinta e três nos ensina que quando buscamos em primeiro lugar o Reino de Jesus e sua justiça todas as coisas nos será acrescentado. Quando você se corrige, você está colando o reino e a justiça de Deus em sua vida, e assim os mandamentos dEle são demonstrado em nossas atitudes.

Minha oração é que eu possa estar atenta às Escrituras Sagradas todos os dias. E uma das maneiras de atentarmos a ela é indo aos cultos. Agindo assim seremos o bom perfume como diz na epístola de II Coríntios 2.15, e ao exalarmos esse perfume mais pessoas sentirão vontade de viver e conhecer nosso Senhor Jesus.

Que a Graça de Deus seja com todas; Adrielle Kawahara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Porquê melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela". Provérbios 8:12

Template by:

Free Blog Templates