quinta-feira, 14 de abril de 2011

Compartilhando

Oração do \'crente seis hora\': \'cêis ora\' por mim?

O ato de orar representa o momento em que falamos com Deus, elevamos nosso coração aos céus para buscar ao Senhor. Oração, no lato sensu, é quando entramos em contato com o mundo espiritual. Contudo, existem vertentes que precisam ser descobertas, formas e propósitos de oração que precisam ser entendidos.

Em I Tessalonicenses capítulo , versículo 17, Paulo disse: “Orai sem cessar”. Será que devemos orar sem cessar, o dia todo, a mesma oração? Há quem só ora dando “glória a Deus” e “aleluia”. Outros que, se orarem cinco vezes ao dia, em todas pedirão perdão pelos pecados, e assim por diante. Parece que pegaram todas as orações que existem, colocaram dentro de um saco, sacudiram e fizeram uma só.
Contudo, existem vários tipos de oração e, assim como futebol, vôlei e basquete são esportes, mas de modalidades diferentes e com regras específicas, assim também há várias modalidades de oração com suas regras específicas. Entendendo isso e orando com consciência, os resultados serão surpreendentes.

Jesus falou em Lucas 18.1 sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer. Novamente fala-se da constância da oração. E mais: sobre o dever! “Pastor Ricardo, tenho obrigação de orar?”, você pode estar se perguntando. "Não seria um prazer ou privilégio o fato de orarmos?".
Nós temos o dever, sim, pois se não orarmos vamos ser carnais, os problemas serão maiores e vão nos derrotar, vamos desviar, desanimar, pecar, nos encher de mágoa, tristeza, revolta e todo sentimento pernicioso. Nem a voz de Deus vamos ouvir! Asafe era ministro de louvor, morava na casa de Deus, mas se revoltou, indignou-se, só consegua, em sua visão turva, embaçada, ver o ímpio prosperar e o justo sofrer. Assim, escreveu o Salmo 73. Essa situação perdurou até ele resolver orar, entrar no santuário (vers. 17) e conseguir entender o fim dos ímpios e que as coisas não eram assim como imaginava em sua carnalidade e pensamentos mundanos, em seu distanciamento de Deus.
Orar é tão bom e tão importante que até quem só ora na hora do aperto, da dor e da dificuldade é aceito pelo Senhor. Veja Isaías 32.2. Deus está ansioso, pelo texto bíblico, por você se achegar a Ele e buscar socorro, refúgio, segurança, proteção, solução. Alguns dizem: “eu só oro quando a coisa aperta, não vou mais orar e usar Deus”. Mas Ele quer! Ele próprio se apresenta como refúgio, esconderijo! É muito amor...

Melhor é orar sempre para viver melhor, mas saiba que Ele está te esperando sempre que precisar e tem prazer em te ouvir e ajudar. Veja Cantares 2.14. Leia, é lindo. Já leu? Ana (I Sm 1) e Jonas (Jn 2) oraram na hora da aflição e alcançaram um Deus Presente, Compadecido, Misericordioso e Benfazejo, um Deus de resposta, não foi?
Aproveite que a porta está aberta e ore agora mesmo, pois só Deus pode te ajudar. E vale mais você mesmo orar que pedir que orem por você!

Pastor Ricardo Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Porquê melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela". Provérbios 8:12

Template by:

Free Blog Templates