quarta-feira, 13 de abril de 2011

Um final feliz

O que você sente em relação a Deus quando as circunstâncias de sua vida são terríveis? Uma desconfortável sensação de raiva e um misto de desconfiança? Mas, e se as circuntãncias fossem mais que terríveis? E se a vida despencasse em cima de você como uma soma de tragédias-perda do emprego, seguida de uma mudança forçada, da morte de um membro da família muito amado - sem previsão de um final feliz? Em momentos como esses, talvez você começasse a questionar. "Onde está Deus? Será que Ele perdeu seu poder? Será que Deus realmente é bom? e você se pergunta: Porquê comigo?

Noemi sofreu essas perdas. Não é de admirar que, ao retornar para seu lugar de origem, em Belém, ela saudasse seus amigos dizendo: "Não me chameis Noemi; chamai-me Mara; porque grande amargura me tem dado o todo-poderoso. Cheia parti, porém vazia o Senhor me fez tornar." (Rute 1.20,21)
Apesar das tragédias e de seus questionamentos, Noemi permaneceu maleável para com Deus.

A vida de Noemi nos encoraja a perseverar na fé. Durante as tragédias, você pode cercar-se do povo de Deus, assim como Noemi fez, e permitir que soprem as brasas quase apagadas de seua fé trazendo-lhe nova vida. Pode também alimentar amizades saudáveis, tomando o cuidado de garantir dignidade e independência a essas amigas.
Você pode lembra-se da bondade e da misericórdia de Deus e buscá-las de novo. Quando o louvor ficar entalado em sua garganta, você saberá que esses dias difíceis de sofrimento passarão, e que algum dia oferecerá novamente o seu louvor a Deus.

O que Deus falou, ta falado e você é mais que vencedora. Que a graça de Deus seja com todas; Adrielle Kawahara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Porquê melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela". Provérbios 8:12

Template by:

Free Blog Templates