quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Toda mulher casada é esposa do seu marido?

Em Pv.14.12  Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.

Com relação à benção na vida sentimental da mulher é preciso considerar algumas situações que estão bem elucidadas no diálogo que o Senhor Jesus estabeleceu com a mulher samaritana em Jo. 4.1-18.
1.       Jesus pediu para mulher dar a Ele de beber água;
2.       A mulher retrucou, resistiu, surpreendeu-se com o pedido Dele;
3.       Jesus disse que se ela soubesse quem estaria pedindo, ela mesma pediria à Ele água viva.
4.       Ela ficou curiosa pela água, mas não creu de imediato.
5.       Jesus explicou tudo para ela, então ela pediu a água para Ele.
6.       Ela queria daquela água para não mais precisar voltar lá, para não ter trabalho nenhum, queria conforto, mordomia, comodidade, praticidade, queria diminuir suas tarefas e responsabilidades diárias, pediu então água viva – JESUS – para Ele próprio, mas pediu errado, porque foi só para ela, só pensou nela.
Jesus respondeu: vá chamar teu marido ( Jo.4.16 )
Quando Jesus te chama, Ele a chama por completo, não há como Jesus oferecer água viva a você e deixar seu esposo – de cuja costela você fora retirada e criada ( Gn.2.21 ) – com sede.
Mas ela respondeu que não tinha marido, já havia passado por cinco casamentos, estava no sexto, mas nunca foi esposa de nenhum, nunca assumiu os compromissos de que deveria quando se uniu a um homem, em esta com ele na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na abundância e na escassez, na riqueza e na pobreza até que a morte os separe.
Enquanto estava tudo bem em seu casamento, aquela mulher estava com o esposo, mas ao chegar os momentos difíceis como doenças, desemprego, baixa alto-estima, críticas contundentes, alcoolismo, agressividade, vícios em drogas, fraqueza espiritual e outros... Essa mulher simplesmente os abandonava, queria um esposo a qualquer custo. Mas nunca fora esposa de ninguém!
Assim existem muitas mulheres hoje, que querem estar casadas, mas não assumem os votos do matrimônio, quando precisa assumir as despesas financeiras da casa sozinha o esposo não serve mais, quando está inválido, doente, não serve mais, quando cede ao alcoolismo e às drogas, as vezes até vendendo seus bens não serve mais para ser esposo, está cansada de tanto sofrer. Quero dizer que é vergonhoso abandonar seu esposo quando ele mais precisa de você, pois está escrito em 1Co 13.4-7......
Na verdade cumprir esses votos independe de ter participado de uma cerimônia religiosa na igreja, onde os cônjuges pronunciam diante de várias testemunhas, as palavras pré-estabelecidas por um sacerdote, seja padre ou pastor.
Cumprir os votos se estende à todo casal ( homem e mulher ) seja casado na lei de Deus ou amasiados, legalizados perante nossa sociedade. Quando se assume viver com outra pessoa, já estão casados para Deus, por isso quando você decide aceitar o Senhor Jesus como único e suficiente salvador, há o dever de legalizar sua situação conjugal.
Jesus está se anunciando a você, como fez com a mulher samaritana, para saciar sua sede dando-lhe de beber da água da vida que jorra para a vida eterna Jo 4.14.
Contudo há uma condição! Você precisa assumir seu esposo como ele é, estar com ele em todas as situações, sem confessar jamais que quer se separar, pois só há uma condição legal perante a palavra, como disse Jesus em Mt 19.9....nada mais justifica uma separação.
Aceite a escolha que Jesus fez quando te chamou e escolheu Jo 15.16, traga seu esposo contigo, faça parte dessa família. Deus quer mudar sua vida conjugal, contudo você precisa ser esposa de verdade e assumir seu esposo assim como ele é...”Hb.10.38 Mas o justo viverá da fé; e , se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele”. Não desista do seu esposo!
Que Deus fale mais contigo!

 Jusimeire Queiroz Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Porquê melhor é a sabedoria do que jóias, e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela". Provérbios 8:12

Template by:

Free Blog Templates